Novedades Fundación TOVPIL

Fazer-se criança


“Alarga a porta, Pai,

Porque não posso passar.

Fizeste-a para as crianças

E eu cresci, a meu pesar.

Se não me alargas a porta,

Diminui-me, por piedade.

Volta-me àquela idade

Em que viver era sonhar! ”


(Miguel de Unamuno)


Salvar-se, segundo Jesus, é fazer-se progressivamente criança. Para a sabedoria do mundo, isso é completamente estranho, porque estabelece uma inversão de valores e juízos. Na vida humana, segundo as ciências psicológicas, o segredo da maturidade (salvação) está em afastar-se, progressivamente, da unidade materna e de qualquer tipo de simbiose, até chegar à completa independência, e em manter-se de pé, sem nenhum apoio.


Pelo contrário, no programa de Jesus, dentro duma verdadeira inversão copérnica, a salvação consiste em fazer-se cada vez mais dependente, em não se manter de pé senão apoiado no Outro, em não agir por própria iniciativa, mas por iniciativa do Outro e em avançar, progressivamente, até uma identificação quase simbiótica, ate-se possível – deixar de ser um em si mesmo para ser um com Deus, porque o amor e


unificante e identificante. Numa palavra, viver da sua vida e do seu espírito. Essa dependência, por suposto, e a suprema liberdade.


“ Se não vos transformardes e vos tornardes como criancinhas, não entrareis no Reino dos Céus” (cf. Mt 18-1-4) Fazer-se criança! A criança é um ser essencialmente pobre e confiado, porque sabe que à sua debilidade corresponde o poder de alguém; numa palavra, a sua pobreza é a sua riqueza. Por si a criança não é forte, nem virtuosa, nem segura. Mas é como o girassol que todas as manhas se abre para o sol; dele espera tudo, dele recebe tudo: calor, luz, força, vida.


Mostra-me o teu Rosto, Capitulo VI, infância espiritual.

Fundación TOVPIL

Fundación Talleres de Oración y Vida
Padre Ignacio Larrañaga

Contacto

El Rodeo 13555 Lo Barnechea. Santiago, Chile

 

fundaciontovpil@gmail.com

 

56 222458407

Siguenos en
  • Twitter Icono blanco

© 2020 Fundación TOVPIL by Awesome Design